Palacete Provincial

O Palacete Provincial é uma edificação construída no século XIX, tombado como patrimônio histórico em 1998. Em 2002, pelo Decreto nº 23.097 de 31 de dezembro, o governo do Estado transferiu a administração da antiga sede do Comando Geral do Quartel da Polícia Militar para a SEC. A restauração do prédio começou em 2005, sendo parte do Programa Manaus Belle Époque, e inaugurado em 2009.

Fonte: foto atribuída a G. Huebener, 1897.
                                 

Hoje o espaço abriga cinco museus (Museu de Arqueologia, Museu da Imagem e do Som, Pinacoteca, Museu Numismática e Museu Tiradentes), Ateliê do Restauro de Obras de Arte e de Papel, Laboratório de Arqueologia, Reserva Técnica de Arte, a sala de exposição “Escritório da Obra”, cela memória, e os serviços: arena de espetáculo, salão de conferências, videoclube, Café Jorge e Café do Pina. Dados no site da SEC informam que o Palacete é de responsabilidade do Departamento de Museus, do Departamento de Centros Culturais e Departamento de Patrimônio Histórico, ambos desenvolvendo determinadas atividades no prédio.

Fonte: Rila Arruda, 2010.
                          
Na sala da exposição de longa duração “Escritório da Obra” são mostrados informações, fotos, materiais e ferramentas utilizadas na obra de restauração do Palacete que durou três anos e três meses, entre 2005 e 2009. Segundo a Diretora do Departamento de Museus, Nazarene Maia, a inauguração ocorreu no dia 25 de março de 2009 estrategicamente para comemorar os 135 anos de existência de uma parte do prédio. 
Assista mais em:  http://www.youtube.com/watch?v=4LKP6-azHoY


Endereço: Praça Heliodoro Baldi (Praça da Polícia) s/n - Centro - Manaus - AM.
Tel.: (92) 3631-6047  E-mail: palaceteprovincial@culturamazonas.am.gov.br
Visitação: Terça e Quarta, 9h às 17h  •  Quinta a Sábado, 09h às 19h  •  Domingo, 16h às 20h.


Comentários

  1. Ei Rila!
    Parabéns pelo Blog!!!
    Sabes como tá o Centro Cultural Thiago de Mello da UFAM?
    Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Obrigada Rodrigo!
    Não conheço esse espaço. A Ufam tem o Museu Amazônico.

    ResponderExcluir
  3. Rila, parabéns pela iniciativa, assim as pessoas conhecem o que temos em nossos acervos, vou continuar acomapnhando e divulgando. Grande abraço!! Glaucia Baraúna

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas